Sílvia Bijoux e Acessórios

terça-feira, 15 de maio de 2012

68. ALGUÉM ANOTOU A PLACA DO CAMINHÃO QUE ME ATROPELOU???


Olá amiguinhos!!!!

Boa noite!!!

Não, eu não desisti do meu blog não! É que eu precisava de umas férias...

Férias de que? Férias de mim mesma, férias de tudo. Tipo um isolamento que você precisa ficar sozinho para colocar as idéias no lugar...

Que idéias? Isso eu também posso responder: quem sou eu agora? O que vai acontecer daqui pra frente? O que eu quero para a minha vida pessoal e profissional daqui por diante? Como, quando, onde... São tantas perguntas que a cabeça deu nó. Parece realmente que eu fui atropelada por um caminhão e que minha vida congelou durante algum tempo.

Quem me conhece sabe que eu sou “ligeiramente” ansiosa. E que não gosto de ficar com nada mal resolvido. Então... Isso foi uma coisa que não mudou.  E por causa disso eu parei para pensar, analisar e avaliar o que será da minha vida daqui por diante.

Tudo o que eu passei até agora não foi nem um pouco fácil. E posso dizer para vocês com toda a segurança do mundo que realmente não é qualquer pessoa que consegue ter força, ter fé e coragem para passar tudo o que eu passei e chegar no final dizendo: EU SOU GUERREIRA, SOU VITORIOSA E SOU LINDA!!!

É muito difícil você se sentir indefeso e entregue ao sabor da maré, sem saber se seu barco vai naufragar ou não e qual será o destino que Deus escolheu para você. O que podemos fazer? Lutar com todas as forças, remar contra a maré e conseguir chegar a salvo na praia. EU CONSEGUI!!!! Graças a mim, a todos os meus médicos, suas equipes, enfermeiras, graças a minha linda família que NUNCA e em momento algum saiu do meu lado, graças aos meus AMIGOS que nunca me abandonaram também.

Então eu percebi que a vida não parou. O mundo continuou girando e a minha vida também continuou fluindo. Fluindo por mares em que eu não queria nadar. Ondas gigantescas se avolumavam à minha frente de repente e eu pensava: pronto é agora! Mas eu conseguia sobreviver. E assim eu fui até hoje.

Eu sei que ainda tenho um longo caminho pela frente. Se acabou? Claro que não! Tudo acaba no final não é isso? E se eu ainda estou aqui é porque o meu final ainda não chegou. Então, enquanto o final não chega eu vou continuar lutando até o fim dos meus dias para que o câncer não volte. Isso é um fato e minha principal meta daqui por diante.

Agora como eu vou fazer isso? Da melhor forma que eu conseguir e que Deus quiser. Existe um velho ditado que diz que o nosso destino a Deus pertence. E eu cheguei à conclusão de que ele é realmente verdade. Somente Deus sabe do meu destino final. O que cabe a mim fazer é trilhar o caminho para este destino.

Hoje foi um dia ótimo para mim. Foi um dia em que eu coloquei um ponto em várias interrogações que estavam na minha cabeça. Então, vamos às conclusões que eu cheguei...

1)   Quem sou eu? Eu continuo tendo a mesma essência. Só que meu modo de ver, pensar e agir sobre as coisas mudou. É como se eu tivesse conseguido tirar o véu que encobria a luz e o sol. Tenho mais paciência com algumas coisas e com outras menos. Tenho mais cuidado e carinho com os necessitados. Minha percepção ficou mais aguçada para algumas coisas e mais obtusa para outras. Eu aprendi realmente o significado da palavra perdão. E aprendi a perdoar e relevar muitas coisas. Eu aprendi a ver a vida com outros olhos. Eu aprendi a DAR VALOR À VIDA!!!!

2)   O que eu quero para a minha vida pessoal? QUERO SER FELIZ A CADA DIA, A CADA MOMENTO, A CADA SEGUNDO. Como eu vou fazer isso? Fazendo o que eu tenho vontade e satisfazendo meus desejos. Com quem? Por enquanto com minha família e meus amigos ou sozinha mesmo. Quem sabe o que tem depois da curva? Vai que é lá que está escondida a minha cara metade? E se também não estiver, não tem problema! Vou saber ser feliz mesmo assim. A principal coisa que eu descobri durante todo o meu tratamento contra o câncer nestes meses todos, foi que nós não deixamos nada para trás quando morremos – apenas bons momentos, boas recordações e saudades. E para isso acontecer é preciso saber viver! É fácil? Claro que não! É muito difícil. Mas se eu não tiver vontade de viver, de fazer e acontecer – meu mundo vai ficar congelado.

3)   O que eu quero para a minha vida profissional? Nossa!!! Essa é difícil de responder. Por quê? PORQUE EU AMO O QUE EU FAÇO!!!! Trabalho com o que eu gosto e com pessoas maravilhosas. Se tenho que mudar alguma coisa neste aspecto? Claro que sim! Uma das frases que eu aprendi com meu pai, que eu tinha esquecido mas que eu nunca mais esquecerei foi: trabalho é qualidade de vida e não meio de morte. E eu sou Workaholic, justamente por amar o que faço. Olha o problema ai!!! Mas aprendi a colocar o pé no freio. Trabalho com qualidade e eficiência sim, sempre! Mas com qualidade de vida também. Não vou dizer estresse nunca mais, porque vai ser uma grande mentira. Mas vai ser trabalho com o mínimo de estresse possível. Como eu já disse antes aprendi a valorizar minha vida. E se o meu estar depende disso, podem ter certeza de que vou fazer acontecer de forma em que os dois lados saiam satisfeitos.

4)   O que vai acontecer daqui pra frente? Ahhhhhhhhhhh!!!! Isso é MUITO DIFÍCIL de responder. Eu posso dizer o que eu já tenho planejado para mim e para minha saúde. Estou em remissão do câncer de mama. Sim, remissão e não cura. Vejam: “A cura é definida como uma remissão completa, na qual desaparece toda evidência de câncer após um tempo estimado de 5 anos no mínimo.” Então, durante este período eu posso dizer que estou em período de remissão de câncer.  

a.    PARAR DE SENTIR DOR E INCOMODO NO LADO ESQUEDO!!!! E para isso eu vou ter que (itens b, c, d, e)
b.    Fazer o tratamento fisioterápico completo. Já iniciei em abril com a Dra. Jaqueline. Mais um anjo que entrou na minha vida para me ajudar!!!
c.  Fazer as reparações na cirurgia plástica que se fizeram necessárias devido a algumas complicações que tive depois da cirurgia em decorrência de fatores inerentes à vontade de qualquer um de nós (eu e os médicos)
d.   Fazer algum exercício físico quando eu for liberada pela fisioterapeuta. Confesso que sou 200% sedentária!!!
e.    Melhorar minha alimentação... L Como muito mal!!!! (minha mãe vai gostar dessa e todo o resto vai duvidar! Hahahaha)
f.     Cuidar e zelar pelo bem estar da minha mãezinha querida.
g.   Fazer bem a quem precisa de ajuda – apoiar e ajudar a alguma instituição que cuide de pessoas necessitadas – não necessariamente ligadas ao câncer. Ainda não resolvi o que fazer, mas que eu vou fazer disso eu não tenho dúvidas.
h.   Voltar a trabalhar quando eu receber alta de todos os médicos, psicóloga, fisioterapeuta e também do INSS. (OBS: já sei que vou levar bronca na próxima sessão de fisioterapia, pois eu não posso ficar muito tempo digitando... J).
i.     E depois disso tudo, seguir o rumo que a vida me trouxer, nunca me esquecendo de ser feliz.

E é por isso que eu andei meio sumida este tempo todo. Uma avalanche caiu na minha cabeça e eu estava tentando sair dos escombros. Muita informação, muita novidade, muitas mudanças, muito tudo acontecendo ao mesmo tempo. Foram apenas 6 meses de tratamento intensivo, terminando com a cirurgia.

Quando a ficha de que eu tinha câncer caiu, eu já estava quase operando e com isso entrando no período de remissão. Isso sem contar a fase de negação (não sei se é esse mesmo o termo próprio para a colocação): não querer me olhar no espelho, me achar mais feia que a bruxa Meméia – me olhava no espelho e via uma pessoa mutilada, não querer perder todo o meu seio esquerdo e muito menos reduzir o direito, não querer ficar careca, sem sobrancelhas e cílios, não querer ter entrado em depressão, não querer ter tido câncer.

Hoje eu estou bem! Estou feliz porque consegui sobreviver a isso tudo. Estou feliz por ter tido mais uma chance de viver. Estou feliz porque vou ter chance de corrigir o que não ficou bom. Estou feliz porque meu cabelo já começou a crescer de novo. Estou mais do que feliz com o novo tamanho dos meus seios. Estou feliz porque ganhei várias amigas novas (Amigas do Peito e Fundação Laço Rosa) e que são tão guerreiras e maravilhosas quanto eu. Estou feliz porque depois de mais de 20 anos reencontrei pessoas que fizeram parte da minha infância. Estou feliz porque consegui definir o que eu quero para o meu bem estar. Estou feliz por ter conseguido colocar um ponto em várias dúvidas que eu tinha. E estou feliz porque sei que estou no caminho certo para colocar um PONTO FINAL nesta história toda...

Obrigada a todos vocês que me acompanham todos os dias desde o início da minha jornada. Ela ainda não acabou. Mas hoje eu tenho certeza de ela vai ter um final muito, muito feliz!!!

Beijos para todos, fiquem com Deus e até o próximo blog!

10 comentários:

  1. amei teu post amiga, isso aí guerreira!!!! Beijos da Susan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijos enormes Susan!!!! Obrigada.
      Vc também é guerreira e fonte de inspiração para mim!!!!
      Agora vai descansar!!!! rsrsrs
      Beijos enormesssssssssssssssssssss

      Excluir
  2. Adoreeeeeeeeei!!! Adorei saber que você voltou a escrever, que está tudo se reorganizando e que você está fazendo a fisioterapia direito, né? :) Trabalhar é ótimo, mas sem exageros, viu??? Saudades de você!! Me acostumei a te ver às 3as! :)
    Muuuuuuuuuuuuuitos beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marininha!!!!!!!
      Sim,tudo está se reorganizando aos poucos. Você sabe bem como é isso, né?!
      E sim, estou fazendo a fisioterapia direito, dra.!!!! :-)
      E ainda não estou trabalhado. Ainda sou fiscal da natureza. rsrsrsrs
      Também tenho saudades de você, pois fico contando os dias em que vou poder te ver de novo às 3ª feiras!!!!!
      Beijos enormes e carinhosos no seu coração!!!!!

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Silvia que bom que está de volta e bem!!!
    Isso só nos mostrar o poder de Deus agindo em nossas vidas amé,?!!!
    Amada eu só posso desejar a você muita saúde e paz!
    Abraços e fique com Deus *-*
    Aninha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninha...
      Obrigada querida! Sim, Deus tem sido muito bom comigo e tem me mostrado os caminhos certos a seguir...
      Beijos para vc tb!!!

      Excluir
  5. A Sílvia sabe que eu fico feliz quando está feliz e hoje sinto-a assim!!!!
    "EU SOU GUERREIRA, SOU VITORIOSA E SOU LINDA!!!"...e é mesmo!!!!Eu sabia que este dia chegaria e que a luz ao fundo do túnel ía brilhar com intensidade!!!
    Sílvia, querida, o cancer foi embora de vez!!!As nossas vibrações positivas mandaram-no para bem longe!!!
    Fico contente por saber que vai ajudar quem precisa, só uma pessoa bem formada como a Sílvia poderia pensar nisso numa fase em que devia pensar só em si mesma!!!Bem haja!!!
    Siga com a sua vida para a frente, seja muito FELIZ!!!
    Não chegou o príncipe encantado???Ele nem sabe o que está a perder,eheheheh!!!!
    Amiguinha, adorei o seu blog, já tinha saudades!!!
    Beijinho do tamanho do mundo!!!
    Zita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zita, minha Zita!!!
      O que seria de mim sem seu carinho, sua força, sua amizade, sua coragem, seu apoio? Tudo seria muito mais difícil, tenho certeza.
      Se hoje sou uma vencedora, devo grande parte a vocês que me acompanharam dia-a-dia.
      E sim, hoje eu estou feliz. Feliz porque finalmente estou conseguindo ver a luz no fim do túnel. Feliz por ter descoberto que ainda dava tempo de mudar.
      E vamos que vamos! Vida que segue seu rumo...
      Por enquanto ainda não posso abusar! Mas me aguarde!!! Deixa só eu receber um ok dos médicos pra você ver se alguém vai me segurar... rsrsrsrs
      Beijos enormes pra você minha amiga querida!!!!

      Excluir
  6. Bom dia Silvia...preciso de pessoas com uma msg de fé e esperança em meu blog valorososevencedores.blogspot.com. Se vc puder deixar uma msg de otimismo lá e seus amigos tb fico muito agradecida...vc é uma vencedora! Felicidades e que DEUS te abençoe sempre...

    ResponderExcluir